Precisamos Fechar Ciclos

Hoje quero falar sobre ciclos e a necessidade que temos de fechá-los, mesmo quando achamos que já não fazem mais diferença em nossas escolhas e atitudes. Sempre fazem, pode acreditar!

Todos nós temos um passado cheio de aventuras, situações, pessoas e os sentimentos que embalam tudo isso em uma ordem atemporal. O que permanece de tudo o que vivemos, não são apenas histórias, e sim parte do que nos tornamos. Se não formos capazes de olhar para quem somos e de onde viemos de forma positiva, carregaremos sentimentos negativos que nos destruirão aos poucos.

Já houve uma época em que carreguei o peso do sentimento de culpa, medo e arrependimento sobre alguns acontecimentos em minha vida. Ciclos ainda abertos, que precisaram ser olhados e percebidos de forma diferente.

Tudo sempre acontece na hora certa e quando estamos preparados!

Fechamos ciclos quando olhamos para nossa história e temos a oportunidade de ressignificá-la também através do outro que fez parte dela. Quando já nos percebemos capazes de falar sobre o que aconteceu e perdoar não apenas o outro, mas também a nós mesmos. Em nossas limitações e energia excessiva.

Muitas vezes tudo isso pode parecer muito difícil, e na realidade algumas vezes é, pois além de coragem, é necessário maturidade e o tempo certo. Nada acontece por acaso e quando a hora chega, as coisas simplesmente acontecem, sem que você precise colocar força.

Não sabemos como será nosso amanhã e o presente é nossa certeza de vida, mas é o nosso passado que nos acompanha, mesmo que de forma inconsciente.

Todos os dias, recebo em minha sala pessoas invadidas por sentimentos e pensamentos que se originam em suas histórias de vida. Quando estamos no piloto automático, não permitimos a vida de fato, somente sombras que se repetem, repetem e repetem… Até que a consciência se faz presente e então, a mudança chega. De dentro para fora.

É importante fecharmos os ciclos ainda abertos para que possamos de uma vez por todas, virar as páginas de nosso livro e recomeçar novas histórias.

É ir além do desapego e nos encontrarmos novamente com o que foi perdido. Trazer significado e gratidão para tudo o que foi vivido e entender que, apesar do passado possuir um lugar importante em nosso presente e futuro, ainda assim, é passado!

É preciso acordar, transformar e ressignificar para que a vida realmente seja vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s